Afinal, por que catálise social????

Herbert Marcuse (1898-1979) considera a Grande Recusa como a marca da rebeldia contra a sociedade unidimensional, onde o avanço tecnológico faz das relações sociais um sistema de oposições integradas que paralisam as possibilidades críticas tradicionais. A Grande Recusa expressa movimentos que resistem aos dispositivos sociais e fazem ideias se transformarem. Nos anos 1960, estudantes, o movimento negro, bem como as lutas pela descolonização formavam as possibilidades de uma catálise social: práticas e reflexões políticas capazes de romper a unidimensionalidade, conferindo nova substância aos elementos sociais cristalizados. Parafraseando o princípio da química: "na sociedade, tudo se cria e tudo pode se transformar". 

Sobre o site

Este site é organizado pelo prof. Silvio Carneiro do curso de Filosofia da UFABC. É uma plataforma de materiais de cursos, publicações, pesquisas e debates que mobilizam pesquisas e intervenções. 

Sejam todxs bem-vindxs!